Natália Bonavides chama Alckmin de “golpista” e diz que possível aliança entre ele e Lula é “piada de mau gosto”.




A deputada federal Natália Bonavides (PT-RN) criticou nesta quarta-feira (22) a aproximação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) com o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (ex-PSDB), adversário histórico do petismo, mas cotado agora para ser vice na chapa de Lula nas eleições de 2022.

Para a deputada potiguar, uma possível aliança entre Lula e Alckmin, a quem ela chamou de “golpista”, seria uma “piada de mau gosto”.

Em entrevista ao canal “TV 247”, no YouTube, Natália Bonavides defendeu a construção de uma ampla aliança em torno de Lula para derrotar o presidente Jair Bolsonaro (PL) em 2022, mas disse que as aproximações têm limite. “

A gente tem sempre que dialogar com os diferentes. Mas não tem como fazer alianças com diferenças que sejam tão diferentes que quase não tenha nada em comum”, afirmou a parlamentar.

Na avaliação da deputada do RN, juntar Lula e Alckmin na mesma chapa significaria “subtração”, e não acréscimo de forças. “Ele não está saindo do PSDB porque rompeu com a política neoliberal. Ele foi derrotado dentro do partido.

Não se trata de um abandono das políticas que ele historicamente defendeu”, enfatizou Natália Bonavides, lembrando declarações de Alckmin contra Lula e o PT.

“Será que é com esse tipo de junção que a gente vai conseguir

apresentar para a população um programa que passe confiança?

Que apostem que a gente vai voltar para mudar a vida do povo?

Na minha opinião, não. Este é um caso de que a junção de um com outro vai significar uma subtração”, pontuou.

A deputada acrescentou: “Seria um erro enorme a gente permitir que Bolsonaro, um político tradicional, possa fazer uso de um discurso de antissistema, porque vamos estar juntos de quem sempre denunciamos, inclusive como algozes do nosso povo”.

Natália Bonavides afastou também o argumento de que uma aliança com Alckmin favoreceria a governabilidade de um eventual novo governo Lula, a partir de 2023.

“Ter alguém com todas essas características golpistas numa vice é quase uma piada de mau gosto depois do que nós passamos em 2016. Não acho que deixa mais fácil ganhar. A gente precisa sair com um projeto muito nítido no ano que vem”, finalizou.

Do Blog/ quer dizer que se ele for mesmo o vice de Lula ela rompe com Lula ?