Nelter Queiroz solicitar isenção de pagamento de água para distrito de Jucurutu



O deputado estadual Nelter Queiroz (MDB) comentou, na sessão ordinária da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte desta quarta-feira (22), sobre as mudanças que, de acordo com ele, acontecerão entre o final do ano de 2021 e o começo de 2022, na comunidade de Barra de Santana, conhecida oficialmente como Janúncio Afonso, distrito localizado no município de Jucurutu.

O parlamentar contou que na localidade está sendo construída a Barragem de Oiticica e, com isso, haverá mudanças na infraestrutura, como saneamento básico, água encanada e tratada. Ele alertou que, atualmente, a comunidade não paga água, mas que com as mudanças, evidentemente, terão que começar a pagar.

“Baseado nessa realidade, afirmo que essas pessoas não estão preparadas para pagar. Por isso, apresento um Projeto de Lei, e peço que o Governo do Estado sancione, determinando que as residências da localidade tenham isenção do pagamento das contas pelo período de cinco anos, a partir da data do início da implantação do sistema. Isso é importante demais para aquela população”, destacou.

OUTRAS DEMANDAS HÍDRICAS

Queiroz também falou sobre visita que fez no final de semana a Jardim de Piranhas, onde conversou com o prefeito da cidade, vereadores e lideranças do município, e constatou o grande problema causado pela falta d’água no rio Piranhas.

O deputado também registrou reunião na última quinta-feira (16), na Assembleia Legislativa, que participou com o diretor-presidente da Companhia de Águas e Esgotos do RN (CAERN), Roberto Linhares, onde debateu a burocratização de serviços em que passou a Companhia.

“Também estivemos em Assú neste fim de semana e observamos a necessidade para que seja feita uma limpeza no canal do Piató, para que a água chegue mais rápido à Lagoa do Piató e comunidades adjacentes” frisou Nelter.

Por fim, ainda se tratando de Assú, o parlamentar lembrou que solicitou ao ministro Rogério Marinho para que seja feito o asfaltamento, com recursos da União, da BR-304 até o açude Mendubim, incluindo uma rotatória na saída de Assu. “O açude é muito bonito e o turismo precisa chegar mais rápido aquela região”, ressaltou.