No primeiro domingo de toque de recolher integral, RN tem a maior taxa de isolamento social do país




No primeiro domingo de toque de recolher integral, o Rio Grande do Norte alcançou uma taxa de 55,4% de isolamento social. Esse foi o maior percentual registrado entre os estados brasileiros neste domingo (7) e o terceiro maior no Rio Grande do Norte desde o início da pandemia.

Depois do RN, o Ceará foi o estado com maior índice de isolamento social com 54,75%, seguido de Roraima com 53,75% e Rondônia com 53,03%. Os menores percentuais foram registrados no Mato Grosso do Sul (42,63%), Paraíba, 45,09% e Maranhão (45,22%). Os dados são da empresa de tecnologia In Loco, que faz um acompanhamento nacional sobre o assunto.

Na última sexta (5), o governo do RN decretou toque de recolher das 20h às 6h de segunda à sábado e o dia todo aos domingos. O decreto estadual não foi seguido pela Prefeitura de Natal que permitiu o funcionamento de bares e restaurantes até às 21h em todos os dias da semana.

Apesar do decreto municipal, muitos bares e restaurante não abriram neste domingo (7) na capital potiguar. Com as barracas fechadas, as praias também ficaram vazias durante todo o fim de semana.

Terceira maior taxa de isolamento social no RN durante a pandemia
De acordo com o levantamento da empresa de tecnologia In Loco, esse é um dos três maiores percentuais de isolamento do RN desde o início da pandemia. O maior índice foi registrado em 22 de março de 2020, quando o estado alcançou 57,7% de isolamento social. Em 29 de março de 2020 o estado chegou a 56,6% de isolamento, o segundo maior registro durante a pandemia no RN.

Alta de casos
O toque de recolher foi adotado pelo governo do RN após vários dias de superlotação nos hospitais. O estado passa por um aumento de casos e pressão por leitos de Covid-19. Nesta segunda (8), segundo o portal Regula RN, 82 pessoas estavam na fila por um leito de UTI na rede pública. A rede privada, segundo o boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde (Sesap), está com 100% de ocupação dos leitos de UTI.

O Rio Grande do Norte registrou até o último domingo (7) 172.283 casos confirmados de Covid-19 e 3.734 mortes pela doença.