Em entrevista a Hora do Povo da 106 FM, nesta sexta-feira (30), o presidente da Câmara de Vereadores de Caicó, Odair Diniz, confirmou que o servidor Eromar Batista, cedido pelo executivo caicoense ao poder legislativo lhe informou que estava recebendo pressões para emitir um documento fraudulento para a Comissão Processante, que investiga supostas irregularidades do prefeito afastado de caicó, Batata Araújo.

Segundo Odair Diniz, o encontro foi presenciado por outros servidores da Câmara Municipal, entres eles, a Procuradora Jurídica da casa. Odair ainda confirmou que vai ao Ministério Público ao lado da vereadora Maria Cleide na próxima semana, relatar as denúncias.

Sobre a decisão da justiça, que determinou nova eleição da Mesa Diretora do legislativo caicoense, Odair disse que decisão da justiça, se cumpre, mas que será preciso observar os ritos regimentais da casa.

Blog do Luciano Vale