in

Operação prende três e apreende dois caminhões lotados de cigarros no RN


Equipes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) interceptaram dois caminhões que estavam sendo utilizadas no transbordo e na realização do transporte rodoviário de grande quantidade de cigarros na madrugada deste sábado (30). A mercadoria apreendida foi descarregada de dentro de porões de uma embarcação de porte médio que estava em um atracadouro natural localizado em Barra do Cunhaú, no litoral potiguar.

A identificação do local de descarga do contrabando foi resultado do trabalho de investigação realizado pela área de inteligência da Receita Federal e da Polícia Federal. Ao tomar conhecimento da localização em que era processada a operação de descarga ilegal, as Equipes da PRF se deslocaram para o local e, durante a abordagem, efetuaram a prisão de três infratores que lá se encontravam participando da transferência dos cigarros da embarcação para dois caminhões com capacidade para transportar cerca de 1.000 caixas de cigarros cada um.

Além dos caminhões, foi efetuada a retenção de mais quatro veículos que se encontravam no local, também sendo utilizados na realização da operação ilegal. Toda a carga de cigarros com os caminhões e os veículos serão entregues à Receita Federal, em Natal, para a instauração de procedimento administrativo para aplicação da pena de perdimento pelo dano causado ao erário, com a introdução ilegal dos cigarros em Território Nacional.

A própria Receita Federa já vinha investigando, há algum tempo, a ocorrência de transbordos ilegais que vinham sendo denunciados por moradores ribeirinhos. Outras denúncias foram objeto de investidas das Equipes da PRF, mas sem sucesso na identificação do local de transbordo.

Essas investigações apontam que o esquema é o mesmo utilizado pelas quadrilhas que atuam no litoral Norte do Estado, onde ocorreu, em 15 de novembro do ano passado, a apreensão, na cidade de Macau, de mais de duas mil caixas de cigarros estrangeiros. O crime organizado utiliza-se de embarcações de médio porte no transporte marítimo de cigarros a partir do Suriname para, quando em terra firme, serem transportados para depósitos localizados nos arredores de Natal e, de lá, serem distribuídos para as cidades do RN e Estados vizinhos.

Fonte Grande ponto

Triste :Paciente com síndrome de Down que foi abraçado ao receber oxigênio no AM morre por complicações da Covid

Movimento Pro RN e criado em Natal.