Início Site Página 696

Mulher é presa ao visitar marido no Presídio Federal de Mossoró, RN

Suspeita de um homicídio no Acre, uma mulher foi presa nesta quinta-feira, dia 16, no Rio Grande do Norte ao visitar o marido, que cumpre pena no Presídio Federal de Mossoró.
Segundo a Polícia Civil potiguar, Viviane Iracema Matos Mota foi presa por agentes da 2ª Delegacia Regional de Mossoró em cumprimento a um mandado de prisão temporária expedido pela 2ª Vara Criminal de Rio Branco.
No momento da visita, os agentes penitenciários federais descobriram que Viviane tinha o mandado em aberto e acionaram a delegacia.
Após ser presa, a mulher foi levada para o setor feminino do Complexo Penal Agrícola Doutor Mário Negócio, lá mesmo em Mossoró, onde aguarda transferência para o presídio de Rio Branco, no Acre.

Robinson pleiteia R$ 12 milhões para o sistema penitenciário e permanência da Força Nacional

Recursos para sequência de melhorias no sistema penitenciário do Rio Grande do Norte e a permanência da Força Nacional no Estado foram os principais assuntos da audiência do governador do Estado, Robinson Faria, com o ministro da Justiça, Torquato Jardim. O encontro aconteceu nesta quinta-feira (16) e teve a presença dos secretários de Estado da Justiça e Cidadania, Luis Mauro, e da Infraestrutura, Jader Torres.
O chefe do Executivo Estadual, na companhia dos secretários, pleiteou cerca de R$ 12 milhões para o andamento da reforma na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, construções prisionais nos municípios de Ceará-Mirim e Afonso Bezerra, assim como o reaparelhamento do sistema penal e da segurança.
Na ocasião, o governador lembrou que o estado vem investindo nos últimos meses na recuperação do Sistema, bem como no setor da Segurança Pública. Porém, ambos também foram afetados pela crise econômica. “Com esse cenário, é imprescindível o apoio do governo federal para sequência das ações”, ressaltou Robinson.
“O ministro se sensibilizou com nossos pedidos e ficou de avaliar as nossas solicitações com relação aos investimentos. E sobre a permanência, ele orientou para protocolarmos o pedido, o que sinaliza para o entendimento da permanência dos militares no RN”, finalizou o governador.
Perguntar não ofende:
E onde estão os R$ 20 milhões destinados ao Governo do Estado, pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, quando o desembargador Cláudio Santos era o presidente da Alta Corte potiguar? Aonde foi parar esse dinheiro? Porque não utiliza?

Empresária Priscila Müller diz que foi traída por Kelps Lima e recebe acenos de legendas interessadas em sua candidatura

“Resistirei a todas as adversidades, traições, manobras e artimanhas que surgirem pelo caminho”. A declaração é da empresária Priscila Müller (SDD), pré-candidata a deputada estadual que teve o seu nome “cassado” pelo deputado estadual Kelps Lima como candidata à Assembleia Legislativa pela legenda do Solidariedade, partido presidido pelo parlamentar no Rio Grande do Norte. Priscila Müller, no entanto, anunciou na noite desta quinta-feira (16) que irá manter o seu projeto político e já iniciou o processo de conversação com outras agremiações partidárias, interessadas em abrigar a sua postulação.
Apontada como umas das promessas de renovação na Assembleia Legislativa em 2018, a empresária, ainda filiada ao Solidariedade, lançou-se pré-candidata a deputada estadual a convite do próprio Kelps Lima. No entanto, segundo acredita Priscila Müller, o crescimento de sua candidatura em todas as regiões do Estado teria “assustado” o dirigente do Solidariedade, que optou por “cassar” a sua postulação no âmbito do partido.
Segundo ela, a “cassação” da sua candidatura foi anunciada por Kelps Lima, através de uma mensagem de WhatsApp, na qual o parlamentar comunicou que a empresária não contaria mais com a legenda para o seu projeto político. “A minha eleição para deputada estadual pelo Solidariedade era um projeto partidário e não individual. A construção de um projeto político não se dá somente pela vontade própria. Temos um grande grupo que acredita e que tem trabalhado com afinco para tornar o sonho de uma boa parcela da população potiguar realidade. Não desistirei da lutam, nem aceitarei posturas despóticas”, reagiu.
Em nota interna do Solidariedade, Kelps justifica como motivo para excluir a pré candidata, o fato de o irmão dela, prefeito de Caiçara do Rio do Vento, filiado ao PMDB, não ter se desfiliado e ingressado no Solidariedade.
Pré-candidata a deputada estadual, empresária Priscila Müller (Divulgação)
INDIGNAÇÃO
Indignada com a postura do parlamentar e líder do Solidariedade no RN, Priscila Müller, emitiu nota estranhando o fato de ter sido informada da sua exclusão através de mensagem de WhatsApp. “Importante esclarecer que o nosso presidente, ao me convidar para ingressar no SDD, me abrindo espaço para a pré candidatura, o fez pessoalmente, em conversa olho no olho com um sorriso largo no rosto. O que estranho e lamento profundamente é que não houve a mesma postura ao me excluir do partido. A decisão do presidente fere profundamente, os princípios tão defendidos por ele de novas posturas, com ética, transparência e acima de tudo a verdade”.
Mais adiante, Priscila Müller informa que “mesmo filiada ao SDD, não me foi dado o direito de expressão quando fui retirada de forma sumária do grupo do partido, numa clara demonstração do que o que se prega pelo presidente não é exatamente o que se faz. Disse ao deputado Kelps que me sentia perseguida e discriminada ao que recebi dele como resposta: “você tem todo direito de se sentir como quiser”. Mais uma vez lamento, afinal, a discordância é fator prioritário para a boa e salutar convivência política”.
Priscila Müller disse que mantem firme o propósito de continuar com o projeto político. “Estamos conversando com outros partidos, que acreditam em nosso projeto. Estou determinada em continuar com o nosso sonho de contribuir para uma mudança real na forma e na condução do fazer política no Estado”, ressaltou.

João Maia e Shirley Targino se casarão em cerimônia comunitária em Messias Targino

A classe política e empresarial do Rio Grande do Norte pega a estrada nesta sexta-feira, dia 17 de novembro, rumo a Messias Targino na Região Oeste potiguar. Vários convidados de São Paulo e Rio de Janeiro também confirmaram presenças.
Às 18 horas, o presidente estadual do Partido da República (PR), João Maia se casa com a Prefeita da cidade, Shirley Targino, em cerimônia coletiva realizada pelo Tribunal de Justiça do RN.
Os noivos não pediram presente pessoal e sim que os convidados doem eletrodomésticos a serem comprados nas lojas do município, para serem sorteados entre outros 100 casais que também se casarão no mesmo dia.

Jardinense é destaque na capital do Estado pela devoção a Nossa Senhora da Apresentação

Festejos à Padroeira de Natal seguem até terça-feira (21). A matéria foi exibida pelo Bom Dia RN, nesta quinta-feira, dia 16 de novembro, na InterTV Cabugi.

Fonte do vídeo: G1 RN

Nelter Queiroz empenhado na recuperação da Passagem das Traíras e do Gargalheiras

Nesta quinta-feira (16) o deputado estadual Nelter Queiroz (PMDB) esteve em reunião na Secretaria do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (SEMARH) para acompanhar as discussões em torno da recuperação das estruturas físicas das barragens Gargalheiras, localizada em Acari; e Passagem das Traíras, localizada entre São José do Seridó, Jardim do Seridó e Caicó.
De acordo com o parlamentar, é de suma importância que lideranças e instituições somem esforços visando à urgência na recuperação destes dois importantes reservatórios seridoenses, uma vez que os mesmos encontram-se secos e o período chuvoso se aproxima. “Precisamos que tanto o Gargalheiras quanto a Passagem das Traíras estejam com suas estruturas recuperadas para receberem as águas das chuvas no próximo ano, sem causar nenhum tipo de transtorno à própria natureza ou aos moradores das imediações”, disse.
O deputado aponta que, fruto de um esforço conjunto, o Governo do Estado já garantiu a alocação de cerca de R$ 500 mil, dentro do Programa Governo Cidadão, para que a SEMARH possa recuperar a barragem Passagem das Traíras, faltando apenas a elaboração do projeto e a realização da licitação que credenciará a empresa que tocará a obra. “Quanto ao Gargalheiras, que também estamos na luta por sua recuperação, é de responsabilidade do Departamento Nacional de Obras Contras às Secas (DNOCS), o qual mandou representante para esta importante reunião”.
Além do secretário Ivan Júnior e de técnicos da SEMARH, o encontro também contou com à participação dos prefeitos Batata (Caicó), Isaías Cabral (Acari) e Miúda Góes (São José do Seridó); dos vereadores Iron Júnior (presidente da Câmara de Jardim do Seridó) e Odair Diniz (presidente da Câmara de Caicó); de Procópio Lucena (presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Piancó-Piranhas-Açu) e de representantes da Procuradoria de Justiça e do Ministério Público do RN, dentre outros.

Presidente da FECAM pede celeridade na realização do projeto de recuperação das Traíras e Gargalheiras

O presidente da Câmara de Caicó e FECAM/RN, o vereador Odair Diniz participou nesta quinta-feira (16) de uma reunião na sede da Secretaria de Recursos Hídricos do RN, em Natal, para discutir a possibilidade da reforma da parede da Barragem Passagem das Traíras serem feitas o mais rápido possível.

Na ocasião, foi apresentado o Termo de Referência pelos órgãos empreendedores dos dois reservatórios, a SEMARH no caso da Barragem Passagem das Traíras e o DNOCS no caso do Gargalheiras, na perspectiva de resolução das recomendações constantes no relatório, e ao mesmo tempo, discutindo com a Procuradoria Geral da República (PGE), Ministério Público Estadual e Federal, possibilidades do enquadramento dessas obras como emergenciais.

Também foi sugerido na reunião que o município de Caicó independente da situação, tenha um plano de evacuação. Todos pediram celeridade na realização do projeto para que os recursos cheguem e sejam feitas as reformas nas duas paredes dos reservatórios.

Uma outra reunião que aconteceu recentemente no município de Acari mostrou que o risco de um possível rompimento da parede da Passagem das Traíras é iminente, enquanto que no Gargalheiras o risco ainda é médio por apresentar apenas algumas fissuras.

Participaram da reunião os prefeitos: Isaías Cabral (Acari), Miúda Góes (São José do Seridó), Robson Araújo (Caicó), o deputado estadual Nelter Queiroz; além do secretário Ivan Júnior e de técnicos da SEMARH. Os vereadores Iron Júnior (presidente da Câmara de Jardim do Seridó) e Ari (presidente da Câmara de Acari); presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Piancó-Piranhas-Açu, Procópio Lucena e de representantes da Procuradoria de Justiça e do Ministério Público do RN, dentre outros.

Reunião na sede da Secretaria de Recursos Hídricos do RN (Divulgação)
Reunião na sede da Secretaria de Recursos Hídricos do RN (Divulgação)
Reunião na sede da Secretaria de Recursos Hídricos do RN (Divulgação)

Justiça bloqueia verba de propaganda da Prefeitura de Natal por atraso em obra

O juiz Bruno Lacerda Bezerra Fernandes, da 2ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Natal, determinou o bloqueio de R$ 1,5 milhão nas contas do Município de Natal. De acordo com a decisão do juiz, que tem caráter liminar e foi proferida nesta terça-feira, 14, o valor será destinado para a conclusão de obras de drenagem no bairro de Lagoa Nova.
A decisão foi motivada por uma Ação Civil Pública ajuizada pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte em julho que questiona a interrupção de obras de drenagem no trecho entre as avenidas/ruas Capitão Mor Gouveia, Jerônimo Câmara, São José e Jaguarari. A obra, segundo o MP, solucionaria um problema crônico de alagamento na região, drenando a água que ali se acumula para lagoas de captação de águas pluviais no Centro Administrativo de Natal.
Ainda de acordo com o MP/RN, a obra está incluída na licença ambiental de instalação concedida para a realização das obras de mobilidade urbana para Copa 2014, tendo recursos da ordem de R$ 4, milhões garantidos pelo Ministério das Cidades. Enquanto isso, o Município de Natal teria que prestar uma contrapartida de R$ 1,3 milhão. A obra chegou a ser iniciada, mas após um dos túneis previstos no projeto encontrar uma adutora da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (CAERN), o trabalho foi interrompido e paralisado.
Notificado a se manifestar sobre o caso, o Município de Natal não questionou a necessidade das obras, porém justificou que faltam recursos para a conclusão da drenagem. O Município ainda justificou que a despesa necessária para a conclusão da obra está prevista no orçamento, com a obra devidamente orçada e licitada, que a empresa contratada tem interesse em cumprir o contrato e concluir a obra.
A Prefeitura de Natal alegou também que os recursos federais estão reservados, mas que o financiamento está inacessível. Na época do ajuizamento da Ação Civil Pública, o Município alegou que teria acesso às linhas de financiamento a partir de setembro.
Na decisão, o juiz Bruno Lacerda destaca que, apesar de alegar que teria acesso ao financiamento necessário para retomar as obras em setembro, nenhum avanço significativo havia acontecido até o mês de novembro, mês em que a decisão foi proferida.
“Não se vê paralisadas atividades relacionadas a questões vinculadas a direitos não-fundamentais, tais como: iluminação e decoração natalina, veiculação de peças publicitárias da administração pública municipal, dentre outros que, apesar de relevantes, não possuem prioridade na destinação de verbas públicas quando confrontadas com obras da natureza das tratadas nos presentes autos. Se há escassez de recursos, que sejam priorizados os programas e obras fundamentais”, frisou o magistrado ao conceder a decisão liminar em favor do MPRN.
BLOQUEIO
Quanto ao bloqueio das verbas, o juiz determinou que o bloqueio judicial fosse realizado preferencialmente em contas relativas à comunicação social e propaganda, a fim de garantir a continuidade da obra. Além do bloqueio, o magistrado também estabeleceu uma multa diária no valor de R$ 5 mil ao prefeito de Natal em caso de descumprimento, bem como um prazo de seis meses para reinicio e conclusão das obras.
“No dizer da Procuradoria do Município, a Administração Pública local faz, diariamente, ‘Escolhas de Sofia’, então que tais escolhas recaiam, realmente, nas áreas prioritárias. Ressalto que não cabe ao Judiciário imiscuir-se nessas escolhas, até o ponto em que direitos subjetivos fundamentais estão em risco e há demanda para salvaguarda dos mesmos pelos seus titulares ou por quem os represente”, argumentou Lacerda na decisão.

Cláudio Santos precisa fugir de alianças com partidos e lideranças tradicionais do RN

O jornalista e poeta Adriano de Sousa escreveu na coluna Opinião do portal Saiba Mais/Agência de Reportagem, um artigo sobre o atual cenário político vivido no Estado e os quatro principais nomes especulados como possíveis candidatos ao Governo do Rio Grande do Norte nas Eleições 2018.
O artigo faz uma análise bastante reflexiva (vale a pena ler) sobre cada um deles. Fala do desgaste político e administrativo enfrentado pelo governador Robinson Faria, consequentemente, as dificuldades para uma eventual reeleição e que as candidaturas de Carlos Eduardo Alves e Fátima Bezerra despontam como naturais.
Sobre o desembargador Cláudio Santos, ele diz que o seu principal ativo é a imagem de gestor austero e implacável, sem medo de adotar medidas antipatizadas por colegas de magistratura e servidores do Judiciário, moldada quando presidiu o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte.
Adriano de Sousa prossegue no texto afirmando que é um figurino sob medida para se contrapor à frouxidão do atual governo e, quem sabe?, preencher as expectativas dos eleitores por peças novas (ou ao menos recondicionadas) no sucatão da política destroçada por escândalos em série. O problema é que o remédio também pode ser um veneno.
Ao concluir a respeito de Cláudio Santos, o jornalista sugere que para manter a condição e o discurso de ‘NOVIDADE’, o desembargador precisaria fugir de alianças com partidos e lideranças tradicionais, praticamente todas chamuscadas nalgum escândalo da hora. Mas, como sustentar uma candidatura competitiva sem o apoio dessas máquinas de campanha?
Para ler o artigo na íntegra CLIQUE AQUI.

O Blog do Pássaro quer saber: Qual a maior liderança política de Jardim do Seridó?

Passadas as eleições municipais, onde o atual prefeito Amazan Silva (PSD) derrotou nas urnas o grupo liderado pelo ex-prefeito Padre Jocimar Dantas (PMDB) que durante oito anos administrou Jardim do Seridó e que apresentou como seu sucessor o médico Dr. Anchieta (PMDB), uma das discussões mais frequentes nas esquinas da cidade é pra saber quem é agora o maior líder político.
Por sua vez, o Blog Notícias do Pássaro entrou em contato com algumas “raposas felpudas” para sondar como está o clima político e tentar encontrar respostas, haja vista, que no próximo ano teremos eleições estaduais e essas lideranças locais apresentarão mais uma vez, os seus nomes para receber o voto do povo de Jardim do Seridó, como sempre acontece de quatro em quatro anos – normal.
Como já se esperava, as opiniões foram divididas. Alguns analistas não titubearam e afirmaram categoricamente que a maior liderança política é o atual prefeito Amazan Silva. Outros discordaram plenamente e asseguraram que se trata do ex-prefeito Padre Jocimar Dantas, o primeiro da história a ser reeleito em Jardim do Seridó.
Mas também tiveram aqueles que apontaram o vereador e atual presidente da Câmara Municipal, Iron Júnior (PSB), mais votado no município nas duas últimas eleições e o próprio médico Dr. Anchieta (PMDB), eleito vice-prefeito em outras duas oportunidades, como a maior liderança política.
Sem se aprofundar e apenas para ilustrar vamos falar dos deputados estaduais, por exemplo, que receberão os apoios dessas lideranças em Jardim do Seridó. O prefeito Amazan ao que tudo indica ficará com Vivaldo Costa (PROS), o ex-prefeito Padre Jocimar Dantas estará com Hermano Morais (PMDB), enquanto que Iron Júnior e Dr. Anchieta, possivelmente estarão em campo ao lado de Nelter Queiroz (PMDB).
Entretanto, não ficamos presos ao âmbito municipal e também procuramos ouvir outras lideranças, essas residentes em Natal e elas foram unânimes em concordar que, aquele para ser considerado o maior líder político da atualidade em Jardim do Seridó, precisará mostrar a sua força nas urnas nas Eleições 2018 e os candidatos apoiado por ele (líder) ter uma expressiva votação.
Aguardemos os resultados…

Polícia Federal expõe empréstimos da InterTV a ex-deputado Henrique Alves

É destaque no Blog do BG um relatório feito pela Polícia Federal durante a Operação Lavat que detalha a situação financeira do ex-deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB) com a InterTV Cabugi, afiliada da Rede Globo no Rio Grande do Norte. Confira na íntegra:
Um relatório da Polícia Federal feito no âmbito da Operação Lavat revela a delicada situação financeira do ex-deputado Henrique Eduardo Alves, no que diz respeito à sua sociedade na InterTV Cabugi.
O texto, pela primeira vez, dá sentido às conversas de bastidor segundo as quais Alves não teria condições de continuar na sociedade da tv.
O texto expõe a contratação de consecutivos empréstimos de Henrique à TV. De modo que a dívida do ex-deputado supera em muito o valor de sua participação societária na afiliada local da rede Globo.
Alvo de busca e apreensão, na sede da Intertv policiais federais encontraram documentos que constam no texto da Operação Lavat, a partir de onde se traça o cenário de dificuldades de Henrique Alves.
“Consoante o Acordo de Sócios da Televisão Cabugi LTDA., item 1.3, a participação de Henrique Eduardo Lyra Alves na sociedade limitada consiste em 20,10%, ou seja, R$ 763.800,00 em R$ 3.800.000, que representa todo o capital social”, destaca o texto.
Se o patrimônio de Henrique equivale a R$ 763 mil na composição societária, suas dívidas com a Intertv estão em valor avançado.
Desde 2005, diz o relatório da PF, a Intertv vem emprestando dinheiro a Alves sem que, estranha a PF, o devido adimplemento das parcelas seja feito.
Entre os documentos apreendidos pela Polícia Federal na Operação Lavat, em 26 de outubro, estão os que reportam dívida de Henrique Alves superior a R$ 25 milhões com a InterTV.
Até dezembro de 2015, destaca o relatório da PF, nenhuma das parcelas havia sido paga.
A PF ainda destaca que o direito de Alves a retirar R$ 150 mil mensais em média pela participação na sociedade vinha sendo cumprido, mesmo apesar de dívidas em valor tão elevado.
*Fonte: Blog do BG

Assista ao vídeo do confronto entre seguranças da Governadoria e grevistas do Estado

O clima ficou altamente tenso nesta segunda-feira, dia 13, no Centro Administrativo do Estado do Rio Grande do Norte.
Na tarde de hoje, ocorreu um confronto entre seguranças da Governadoria e grevistas que tentaram adentrar ao prédio. Confira no vídeo abaixo:

“Fátima, o PT e a ideologia deles são responsáveis por afundar o RN”, reforça jurista

Do Portal Agora RN – O jurista e jornalista Gustavo Negreiros reforçou sua posição de que a senadora Fátima Bezerra, o Partido dos Trabalhadores e a ideologia seguida por eles, são os responsáveis “por afundar o Rio Grande do Norte”. No último domingo 12, Negreiros foi às redes sociais para apresentar estudo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, que demonstrou que, de 2002 a 2014 (época em que o Brasil foi governado pelo PT), o Rio Grande do Norte foi o pior estado do Nordeste no tocante ao desenvolvimento econômico-industrial.
Para justificar seu ponto de vista, Negreiros expôs que órgãos fiscalizadores da União que agem no Rio Grande do Norte, possuíam, nesta época, representantes indicados pela senadora Fátima Bezerra – a quem ele identifica como “comando mais poderoso do PT no estado potiguar”. Como exemplo, o jurista citou o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), que – assim como outras instituições – teriam dificultando a ação de empresários para fomentarem a economia no estado naquele período.
Leia mais:
“O Ibama mesmo foi a Mossoró, multaram inúmeras salinas. O diretório do Ibama, indicado pela senadora Fátima Bezerra, foi à imprensa para sugerir a implosão dos hotéis da Via Costeira. Imagina o que seria de Natal e do turismo do Rio Grande do Norte se esses hotéis, que agregam valor à cidade, fossem destruídos? O que seria dos empregos e da economia do estado? São vários órgãos, como o Patrimônio da União e o MPU, que estavam em uma crescente para afugentar o investidor do estado. Pode ser que eles não gostem disso, mas a realidade é a que se viu. Empresários, salineiros de Mossoró, gestores de empresas de camarão – esse pessoal todo está sofrendo absurdamente com isso”, opinou Negreiros.
No dados divulgados pelo IBGE, o Rio Grande do Norte aparece atrás de todos os estados do Nordeste como propulsores de economia e indústria. Na visão de Gustavo Negreiros, isso é justificado pela falta de segurança jurídica que cercam os empresários, que acabam tendo medo de empreender no estado. “Na hora em que você não oferece segurança jurídica; na hora em que tudo passa a ser crime ambiental, e que as licenças são negadas ou dificultadas, isso afugenta quem quer investir, então acaba sendo muito melhor ir para a Paraíba, Ceará e Pernambuco, que vão crescendo – e isso foi mostrado no estudo do IBGE”.
Para o jurista, o governo do PT quebrou a economia brasileira durante o período em que Lula e Dilma Rousseff presidiam. Em outro viés, o fato do PT estar no governo, facilitou a inserção de pessoas em órgãos fiscalizadores, como o Ibama, que tinham “os empresários como bandidos”. “A primeira culpa é pelo desastre na economia do governo federal administrado pelo PT, que levou à quebradeira no Brasil e a milhões de desempregados, culminando no impeachment de Dilma. A segunda culpa é colocar no comando de órgãos essenciais da União gente que não tem perfil técnico, mas ideológico e partidário. Tem gente que acha que quem desenvolve a economia são a União, Estado e os Municípios – mas não, quem faz isso são as empresas”, disse.
Em conclusão, Gustavo Negreiros apontou que Fátima se mostrou contra o desenvolvimento do Rio Grande do Norte no momento em que permitiu que seus “indicados” expusessem ideologias que, em sua visão, atrapalhariam empresários e empreendedores no estado. “Havia uma hostilidade nos órgãos reguladores da União que ela comandava, então não se pode culpar apenas uma pessoa por um problema deste tamanho, mas que ela é a grande responsável, é, assim como o partido e a ideologia dela. Se ela tivesse se desfiliado do PT, mostraria que não concorda com isso, mas, no momento em que o indicado dela vai no jornal sugerir implodir a Via Costeira, e ela não retira essa pessoa do órgão, mostra que concorda – Fátima contribuiu decididamente para isso”, encerrou.

[ACORDÃO] Rosalba poderá indicar o vice de Carlos Eduardo ao Governo do Estado

Por Robson Pires – A chapa para o pleito majoritário de 2018, já está quase definida, entre os partidos: PDT, PMDB e DEM, que contará com a candidatura a Governador, do atual prefeito de Natal, Carlos Eduardo e para concorrer as duas vagas na Câmara Alta do Congresso Nacional, os atuais senadores: Garibaldi Filho e José Agripino Maia, e a vaga para o cargo de Vice-governador, será uma indicação da prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini, incluindo assim o PP na coligação partidária.
*Do Blog do Robson Pires

Governador da Paraíba garante pagamento de salários e prêmios do funcionalismo

0
O governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB) anunciou que irá pagar 13°, 14° e 15° salários para educação e pagamento de prêmios.
“Vou pagar prêmios para educação, segurança, para quem atingir metas de desempenho”, comentou.
Ricardo garantiu que, apesar de não ter dinheiro acumulado em caixa, os salários do funcionalismo estão garantidos.
“Vou pagar os salários e o 13º em dia. Não tem dinheiro sobrando, mas também não está faltando”, finalizou.
*Informações extraídas do WSCOM

“Fátima Bezerra destruiu a economia do Rio Grande do Norte”, afirma empresário

Do Portal Agora RN – O empresário Gustavo Negreiros culpou a senadora Fátima Bezerra (PT) e “seus indicados” pelos resultados que foram divulgados neste domingo, dia 12, por Aldemir Freire, chefe da Unidade Estadual do IBGE no Estado potiguar, nas redes sociais: o Rio Grande do Norte foi o estado com os piores índices da indústria do Nordeste entre 2002 e 2014 – época em que o PT governava o Brasil.
Nos gráficos publicados pelo IBGE, o RN aparece como lanterna nos índices da indústria do Nordeste entre 2002 e 2014, apresentando, em alguns setores, retração. Conforme os gráficos, o Rio Grande do Norte cresceu cinco vezes menos do que o penúltimo colocado (Ceará). O estado potiguar cresceu seis vezes menos do que a média nacional; 26 vezes menos que a Paraíba, e cresceu 33 vezes menos do que o Piaui, campeão nordestino, no período avaliado.
“Vou desenhar o que aconteceu com o RN entre 2002 a 2014. Órgãos fiscalizadores da União no Estado passaram a ser controlados pela então deputada Fátima Bezerra, nos governos de Lula e Dilma. Começaram a tratar empresários como bandidos, afugentaram investimentos, perseguiram, abraçaram o atraso como ideologia, chegaram ao ponto de propor a implosão dos hotéis da Via Costeira. Essa cambada destruiu a economia do RN, só quem não tinha opção investia aqui. Esse estudo é importantíssimo, demonstra o grau de hostilidade que os indicados da hoje senadora Fátima tratavam quem queria o progresso do RN”, escreveu Negreiros em seu perfil no Instagram.
Já o chefe do IBGE, Aldemir Freire, lamentou os números e explicou o impacto que eles produzem hoje no estado. “O Rio Grande do Norte vive uma longa crise do seu setor industrial, que vai muito além da conjuntura da recessão brasileira. O gráfico mostra que entre 2002 e 2014 a indústria de transformação cresceu apenas 0,3% ao ano. Já a extrativa encolheu a uma taxa de -2,8% ao ano. Nesse mesmo período as ‘atividades financeiras, seguros e serviços relacionados’ cresceu a 6,8% ao ano; o comércio a 6,1% a.a. e as atividades de ‘eletricidade, água, esgoto e gestão de resíduos’ cresceu a 5,1%; alojamento e alimentação a 5% a.a. No contexto do Nordeste o desempenho da indústria potiguar também ficou na lanterna. No caso da extrativa em função da grande queda da produção de petróleo e gás. Mas a crise da indústria local também é grave no segmento de transformação, que ficou estagnada de 2002 a 2014″.

Operação Vertente II começa a abastecer Jardim do Seridó a partir desta segunda (13)

O Governo do Rio Grande do Norte, através da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil, iniciará o fornecimento de água em Jardim do Seridó a partir desta segunda-feira, dia 13 de novembro. O município entrou em colapso de abastecimento pela Companhia de Águas e Esgotos do RN (CAERN) e será atendido pela Operação Vertente II.
Oito caminhões-pipa irão distribuir cerca de 70 mil litros de água em cisternas espalhadas na cidade, onde moram 12.566 mil habitantes. Nesta segunda fase, a Vertente abastece 19 municípios diariamente.
Operação Vertente
A Operação Vertente faz parte do Plano Emergencial de Crise Hídrica do Governo do Estado, e tem recursos de R$ 12,7 milhões provenientes do Ministério da Integração Nacional. O propósito da operação é manter o abastecimento humano nas cidades em colapso declarado pela CAERN.

Gabarito oficial do ENEM 2017 será divulgado na quinta-feira

0
O gabarito oficial do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) será divulgado na próxima quinta-feira (16) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). A correção das provas é feita usando a metodologia da Teoria de Resposta ao Item (TRI), em que o valor de cada questão varia conforme o percentual de acertos e erros dos estudantes naquele item.
Dessa forma, um item em que grande número dos candidatos acertarem será considerado fácil e, por essa razão, valerá menos pontos. Já o estudante que acertar uma questão com alto índice de erros ganhará mais pontos por aquele item.
Por isso, não é possível calcular a nota final apenas contabilizando o número de erros e acertos em cada uma das provas. Dois candidatos que acertarem o mesmo número de questões podem ter pontuações diferentes. O estudante só tem como saber a nota final no Enem quando o resultado sair.
A correção é feita por meio de um sistema de reconhecimento no qual a Fundação Getulio Vargas e a Cesgranrio extraem os dados com as respostas das questões objetivas de cada participante, durante a etapa de digitalização. Por isso, é imprescindível que o preenchimento do cartão-resposta tenha sido realizado com caneta esferográfica de tinta preta.
O Boletim de Desempenho deverá ser disponibilizado aos participantes em 19 de janeiro de 2018.

Mulher é morta pelo marido e seu corpo é jogado dentro da fossa da casa onde morava

Por Paula Resende, G1 GO
O autônomo Lucas Dias Costas, de 19 anos, foi detido neste sábado (11) suspeito de matar a mulher, Letícia Helena Feitosa de Anicésio, da mesma idade, em Anápolis, a 55 km de Goiânia. A Polícia Civil o prendeu após encontrar o corpo da jovem dentro de uma fossa desativada no fundo da casa do casal. Em depoimento, ele confessou o crime.
“Ele alegou que ela o teria atacado, tentado golpeá-lo com uma faca de mesa. Ele deu um golpe mata leão, a imobilizou e a matou por asfixia. Depois, jogou dentro da fossa, jogou colchão, madeiras, querosene e ateou fogo. Após o fogo acabar, ele jogou os entulhos que havia no quintal e entupiu a fossa”, disse o delegado Vander Coelho ao G1.
Os policiais explicaram que Letícia Helena estava desaparecida desde o dia 31 de outubro. Quando familiares questionavam Lucas sobre onde a jovem estava, ele alegava que a havia deixado na rodoviária e não a viu mais.
Na madrugada deste sábado, os pais da vítima receberam uma denúncia anônima de que o corpo dela estava na fossa da residência do casal. Os parentes acionaram a Polícia Militar, que junto com voluntários e o Corpo de Bombeiros cavaram a fossa.

“A uma profundidade de um metro e meio, começaram a encontrar ossos, material genético. Como estava chovendo muito, suspendemos o trabalho, lacramos o ambiente e isolamos o local”, contou o delegado.

As equipes retomaram a escavação às 7h.
“Encontramos esqueleto humano, cabelos compridos e parte das vestes que ela utilizava e havia sido vista pela última vez, brincos característicos dela”, detalhou o delegado.
O delegado não tem dúvidas de que se trata do corpo de Letícia Helena. Porém, ainda não se pode afirmar oficialmente porque o autor carbonizou a vítima e ainda não há o resultado do exame de DNA ou a identificação pela arcada dentária.
Lucas Dias Costa confessa à polícia que matou a mulher e escondeu o corpo na fossa da casa (Foto: Polícia Civil/ Divulgação)

Prisão

Familiares contaram aos policiais que o marido de Letícia Helena já havia feito ameaças à vítima. Além disso, eles receberam fotos de mensagens de celular que teriam sido enviadas por ele com uma confissão do crime.
Os investigadores iniciaram as buscas pelo marido da jovem e souberam que ele estava na casa da mãe, em Goianésia, cidade localizada a cerca de 140 km de Anápolis. Com o apoio da equipe da Polícia Civil local, eles o localizaram e prenderam.
Ao se preso, Lucas confessou o crime. Ele disse que tinha um casamento conturbado e com várias discussões ultimamente.
O filho do casal, de 1 ano e 11 meses, estava junto com o pai e foi deixado na residência da família dele. O delegado disse que acionará o Conselho Tutelar para tomar as devidas providências.
Lucas foi autuado em flagrante por ocultação de cadáver, que é um crime permanente. O delegado também o indiciará por feminicídio e solicitará ao Poder Judiciário a prisão preventiva do jovem. O rapaz está detido no Centro de Inserção Social de Anápolis.
Delegado não tem dúvida que o corpo encontrado em fossa é de Letícia Helena (Foto: Polícia Civil/ Divulgação)

Quem terá a maior votação para deputado estadual: Dr. Tiago Almeida ou Francisco do PT?

O que tem em comum o professor Francisco Medeiros (PT) e o médico ortopedista Dr. Tiago Almeida (DEM)? Quase nada, se não fosse o fato de serem os dois políticos parelhenses que provavelmente disputarão nas Eleições 2018, uma cadeira na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte.
Francisco do PT já foi vereador por mais de um mandato e exerceu o cargo de prefeito em duas oportunidades, administrando assim, a terceira maior cidade do Seridó. A favor do petista, ainda conta a experiência de ter disputado uma eleição estadual (não foi eleito) e ser na ocasião, o deputado mais votado em Parelhas.
Enquanto isso, Dr. Tiago foi candidato a prefeito na última eleição municipal e por pouco não quebrou a força do sistema do bacurau, liderado pelo médico Dr. Antônio (PMDB), derrotando nas urnas o seu filho, Alexandre Petronilo (PMDB). Naquela eleição de 2016, o médico obteve mais de 7 mil votos, o que para muitos lhe credenciam a disputar uma vaga de deputado estadual.
O Blog Notícias do Pássaro, como sempre tem feito neste período, conversou nos últimos dias com pessoas influentes na política seridoense que garantem ser um “duelo de titãs” essa disputa a parte, porque tanto Francisco do PT, como Dr. Tiago Almeida terão apoios importantes nas suas possíveis campanhas.
No entanto, essas mesmas pessoas alertam que para um ou os dois obter êxito será preciso sair do âmbito municipal (Parelhas) e percorrer os quatro cantos do Rio Grande do Norte. Isso porque com o passar dos anos e o crescimento eleitoral das cidades que compõe a Grande Natal, o Seridó não tem mais forças suficientes para eleger tantos postulantes.

Sessão solene proposta por Vivaldo deverá reunir médicos 50 anos após formatura

O deputado estadual Vivaldo Costa (PROS) reunirá a turma concluinte do curso de medicina formada pela UFRN no ano de 1967. A proposta foi apresenta no plenário da Assembleia Legislativa e acatada pelos parlamentares.
A sessão solene já tem data e foi definida, por uma comissão de médicos que estão organizando a cerimônia, para o dia 7 de dezembro. A turma deverá participar de uma missa seguida de almoço que acontecerá dia 10 de dezembro.
Vivaldo, que é pediatra, esteve reunido com outros dois membros da turma e traçaram algumas diretrizes, os médicos José Humberto (ortopedista) e Eduardo Afonso (psiquiatra).
Em 2017 a turma concluinte estará celebrando meio século de formatura. O momento está sendo aguardado por todos. “Será um momento de nos reencontrarmos e relembrarmos boas histórias”, garantiu o parlamentar.

Segurança pública do RN cancela paralisação após acordo para pagamento de salários atrasados

Do G1 RN – Os servidores da segurança pública do Rio Grande do Norte voltaram atrás e decidiram que não vão mais paralisar as atividades na segunda-feira (13). A decisão aconteceu depois de uma reunião na tarde desta sexta-feira (10) entre os representantes dos servidores e do governo do estado, com intermédio do Ministério Público. Em assembleia, já realizada no início da noite, as associações representativas dos oficiais, praças da PM e Corpo de Bombeiros legitimaram o pacto.
Os funcionários do Estado se mobilizaram nestes últimos dias em virtude dos atrasos salariais que estão acontecendo mês após mês no Rio Grande do Norte. De acordo com a Associação dos Bombeiros Militares do Rio Grande do Norte (ABM-RN), ficou decidido que os salários de outubro em atraso dos servidores da segurança pública, ativos e inativos, serão pagos até a próxima sexta (17).
O acordo foi confirmado pelo Gabinete Civil do Governo do RN. No Twitter oficial da pasta, foi publicada a seguinte postagem:

Pagamentos

Inicialmente, como forma de apaziguar a situação de atraso nos pagamentos, o Governo anunciou que os salários dos servidores ativos da segurança pública, mais os dos agentes penitenciários, cairiam na segunda (13), justamente no dia em que estava prevista a paralisação. Contudo, a categoria se mobilizou para conseguir que os aposentados e pensionistas também recebessem.

Após a reunião desta sexta (10), ficou definido que policiais civis, servidores do Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP) e agentes penitenciários da ativa recebem na segunda (13). Os policiais militares e bombeiros da ativa e também os inativos recebem na sexta (17). Ao todo, segundo o MP, são R$ 58 milhões.

Os inativos do ITEP, da Polícia Civil e dos agentes penitenciários não receberão neste momento. Segundo o que explica o procurador-geral de Justiça, Eudo Leite, existe uma lei que proíbe que os militares da atida, aposentados e pensionistas recebam os salários em momentos diferentes.

Filha e assessores de Henrique Alves são indiciados por corrupção passiva, organização e associação criminosa

A Polícia Federal indiciou os assessores e a filha de Henrique Eduardo Alves na Operação Lavat. Aluízio Dutra, Herman Ledebour, Norton Domingues, José Geraldo, Paula Maria da Silva, Paulo José Rodrigues e Andressa Azambuja foram indiciados por associação criminosa, corrupção passiva e organização criminosa.
As tipificações foram as seguintes: por corrupção passiva e organização criminosa foram indiciado Aluizio Dutra, Norton Masera, Hermann Ledebour e José Geraldo Fonseca. Eles são acusados de participar do suposto esquema de desvios públicos cujo líder seria Henrique Alves.
Por associação criminosa foram indiciados a filha, Andressa, acusada de supostamente ocultar dinheiro de origem ilícita, Paulo José Rodrigues e Paula Maria da Silva, empregado de Alves e despachante de Aluízio, respectivamente.
Caberá agora ao Ministério Público Federal (MPF) decidir se denuncia o grupo. As penas para os crimes indicados variam de 4 a 12 anos de prisão.
*Do Blog do BG

Deputado Nelter Queiroz defende proposta de iniciativa do desembargador Cláudio Santos

Há quase dois meses, através de artigo publicado na versão impressa do Agora Jornal e no Portal Agora RN, o desembargador Cláudio Santos apontava que todas as providências a ser tomadas pelo Governo do Rio Grande do Norte para a geração de emprego e renda, passavam pela isenção real de tributos e abertura de linha de crédito.
Entre as principais sugestões defendidas pelo magistrado estão à isenção do ICMS sobre o consumo de energia elétrica, bem como para a aquisição de equipamentos e máquinas para utilização direta na produção; além da abertura de linha de financiamento pela Agência do Fomento do RN/BNDES, com prazo de pagamento de 5 a 10 anos, com 01 ano de carência.
Seguindo esta iniciativa, nesta quinta-feira, dia 9, o deputado estadual Nelter Queiroz entregou ao governador Robinson Faria um requerimento de sua autoria aprovado pela Assembleia Legislativa, sobre a isenção do pagamento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) pelos ceramistas potiguares no período de um ano.
CLIQUE AQUI para ler o artigo na íntegra.

Convenção que retirou Henrique do PMDB foi armação para tentar tirá-lo da prisão

Do Portal Agora RN – Em conversa interceptada pela Polícia Federal com autorização judicial, Andressa de Azambuja Alves Steinmann, filha de do ex-ministro do Turismo Henrique Alves (PMDB), diz que a convenção do último dia 20 de outubro, que passou a presidência do partido no Rio Grande do Norte de seu pai para o senador Garibaldi Alves (PMDB), era uma estratégia com o intuito de derrubar a prisão preventiva que mantém Henrique encarcerado na Academia de Polícia Militar do Rio Grande do Norte desde 6 de junho. De acordo com Andressa, como Henrique deixaria de ser presidente da sigla, não mais poderia ser acusado de exercer influência sobre os membros do PMDB, o que – em teoria – o livraria da cadeia.
Investigado por ter sido supostamente beneficiado por esquema de corrupção na Caixa Econômica Federal para a cobrança de propina na liberação de recursos do fundo de investimentos do FI-FGTS, Henrique teve uma conta bancária sua na Suíça movimentada com valores suspeitos. Na ligação interceptada entre Andressa e uma mulher não identificada, a filha do ex-presidente da Câmara dos Deputados se mostra confiante de que o pai é inocente acerca desta suspeita, o que deixaria sobrando apenas a acusação do exercício de influência dentro do PMDB.
“E agora uma notícia boa também… porque o motivo da prisão aqui do Babau… era que meu pai tinha influência no partido… só que dia 20 agora ele vai sair do PMDB, ele não vai ser mais nada, cargo nada, nada que (inaudível), entendeu? E aí… não vai ter o motivo da prisão, porque a prisão… era que ele influenciava, tinha influência, que ele num sei o quê… mas ele saindo, não sendo mais do PMDB, não sendo mais nada… não tem motivo para a prisão daqui, entendeu?”, diz Andressa na ligação interceptada às 19h24 do dia 18 de outubro, dois dias antes da convenção que retirou Henrique oficialmente da presidência do PMDB.
Banho frio, televisão e cabelo pintado
Ainda na conversa telefônica, Andressa conta à receptora da ligação como é o dia a dia de Henrique na prisão. O ex-ministro do Turismo tem seu cabelo pintado por uma moça chamada Rita, que também é responsável por fazer sua barba na cadeia. “Gordinho”, Henrique também conseguiu que um juiz deixasse ele ter acesso a uma televisão e visitações da própria Andressa aos sábados e domingos, das 13h às 17h. Do ponto de vista da filha de Henrique, as regalias são melhores que a de outros detentos em situação similar.
A filha de Henrique Alves, todavia, explica em sua conversa que a única reclamação que o pai vem tendo na prisão é a falta de um chuveiro elétrico que forneça água quente. A água fria do prédio tem deixado o ex-ministro irritado.
Investigações contra Henrique
Preso em 6 de junho, Henrique Alves é alvo da Polícia Federal e do Ministério Público, que investiga esquema de desvios de recursos e pagamento de propinas nas obras da Arena das Dunas, em Natal. A Justiça Federal do Distrito Federal também expediu pedido em que pede apuração de fraudes no Fundo de Investimento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FI-FGTS), das quais Henrique teria conexão. A prisão dele foi fruto da chamada “Operação Manus”.
No último 26 de outubro – oito dias após a ligação de Andressa, que tinha a esperança de que com a saída de Henrique do PMDB ele também sairia da cadeia -, assessores do ex-ministro foram presos em decorrência da Operação Lavat, que apura a denúncia de que Henrique, mesmo preso, estaria comandando pessoas a continuar lavando dinheiro e ocultando patrimônios.
Confira abaixo trecho da conversa interceptada pela Polícia Federal entre Andressa e uma mulher não identificada como divulgado pelo portal G1-RN.
MNI: E o resto, tá tudo bem?
ANDRESSA: Tá.. tá tudo caminhando, graças a Deus… falta paciência, né
MNI: É… haja paciência
ANDRESSA: Agora os HC’s já chegaram no STJ… só pautar agora o que faltar
MNI: Entendi
ANDRESSA: E agora uma notícia boa também… porque o motivo da prisão aqui do Babau… era que meu pai tinha influência no partido… só
que dia 20 agora ele vai sair do PMDB, ele não vai ser mais nada, cargo nada, nada que (inaudível), entendeu?
MNI: Entendi
ANDRESSA: E aí… não vai ter o motivo da prisão, porque a prisão… era que ele influenciava, tinha influência, que ele num sei o quê
MNI: Que pode continuar influenciando, né… que eles adoram falar isso
ANDRESSA: Pois é… mas ele saindo, não sendo mais do PMDB, não sendo mais nada… não tem motivo para a prisão daqui, entendeu?
MNI: Total
ANDRESSA: Aí…
MNI: Que bom, hein
ANDRESSA: É… e a convenção é dia 20… e a convenção é dia 20 agora, que é a convenção do PMDB… aí no caso vai tirar o nome dele de tudo, entendeu?
MNI: Entendi
ANDRESSA: Aí tirando… manda soltar para o advogado, faz menção na defesa… aí o julgamento no STJ deve ser lá pelo dia 31
MNI: Ai, que beleza
ANDRESSA: Aí vai pedir prisão domiciliar… Não importa
MNI: Ah, claro que não importa
ANDRESSA: Porque o motivo dele estar preso é a conta, que não é dele, que ele nunca recebeu nada… nem tem como receber… porque não foi ele… porque ele nunca mexeu… nunca movimentou… não tem cartão de (inaudível)… não tem nada… e a influência que ele exerce, não tem mais influência… saindo do partido, saindo de tudo… pronto, acabou
MNI: Entendi
ANDRESSA: O motivo de manter preso, entendeu?! Aí…
MNI: ah… tomara que dê certo
ANDRESSA: É… aí é dia 31… tomara mesmo… vamos ver
MNI: Rezo sempre
ANDRESSA: É… mas ele tá bem… assim… tá gordinho, a Rita tá cuidando dele… Pinta o cabelo, corta… não deixa a barba crescer… a única coisa que ele reclama é do banho gelado… não tem jeito
MNI: Banho gelado… ainda bem que ele não mora em Curitiba
ANDRESSA: O banho é gelado… coitado do Eduardo
MNI: Banho gelado… não tem jeito de esquentar um pouquinho… com aquele…
ANDRESSA: Não… não tem… não tem, mas assim… tem televisão… o juiz deixou ver televisão… eu vejo ele (inaudível)
MNI: Pelo menos ele fica a par das coisas, né?!
ANDRESSA: Não… o advogado vai lá todo dia, entendeu?
MNI: Sei
ANDRESSA: E eu vejo ele no final de semana… sábado e domingo de uma às cinco… Laurita veio na quarta-feira o dia inteiro… então… assim… comparado com os outros, entendeu? Tá até bom…
MNI: Ah… isso é verdade