Pai de santo é autuado por dirigir alcoolizado e diz que quem bebeu foi entidade

A operação Lei Seca da Polícia Militar realizada, neste domingo (30), em São Gonçalo do Amarante, resultou na autuação de 39 condutores por se recusarem a fazer o teste do bafômetro e na prisão de dois por embriagez ao volante. Ao todo, a PM, informou que foram abordados 387 veículos.

Dos dois presos em flagrante, o primeiro, um homem que se identificou como pai de santo, foi enquadrado em três artigos – 306 e 309 do CTB e 34 da LCP (direção perigosa). De acordo com os agentes, ele dirigia colocando em perigo a segurança dos demais cidadãos, passou por cima da calçada e, ao ser preso, teve fiança estipulada em 10 salários mínimos.

Ao ser aborado, alegou ser pai de santo e disse que quem bebeu não foi ele e sim a entidade que havia incorporado nele. O homem ainda tentou fugir e, quando foi pego, disse novamente que quem tentou fugir foi a entidade. Ao final, ele afirmou que faria três serviços para cada policial da lei seca para que lhes aconteçam coisas ruins.

O segundo, foi enquadrado em cinco artigos – 306, 309 do CTB, 331 (desacato), 129 (lesão corporal) e 163 inc. III (dano ao patrimônio público) ambos do Comando Policial. A soma dos delitos tornou a situação Inafiançável.

O Homem, ao ser abordado se mostrou muito agressivo, sendo levado até a van de autuação, pois estava com sinais notórios de embriaguez. Os policiais informaram que quando estava prestes a entrar começou a se debater, deu alguns chutes na viatura, causando danos e ainda deu socos nos policiais, lesionando um policial com um corte leve na boca. Ele foi contido.