in , ,

PÂNICO: Após filho morrer, homem ameaça profissionais e maternidade Januário Cicco é fechada


A noite da quinta-feira (23) foi de tensão para os profissionais que atuam na Maternidade Escola Januário Cicco (MEJC), em Petrópolis, zona leste de Natal. Um homem ameaçava matar uma profissional que atua no local e as portas da unidade foram fechadas preventivamente em parte da noite. Ninguém foi preso. As informações são da Tribuna do Norte.

Segundo relatos de profissionais, o homem que fazia as ameaças era pai de um bebê que faleceu na unidade. Revoltado, ele dizia, desde o início da manhã, que queria encontrar e matar a médica responsável pelo parto.

A situação de ameaça prosseguiu até a noite, quando o caso foi comunicado à Polícia. A segurança patrimonial foi à unidade, assim como policiais militares que atuam na região, e houve o fechamento das portas da unidade momentaneamente, até que a situação fosse contornada. Contudo, o homem não foi preso.

Blog do FM

Cristiano Araújo morreu sem fazer as pazes com Gusttavo Lima, segundo empresário

Prefeita Fátima Marinho poderá enfrentar a CPI da Saúde em Canguaretama (RN)