primeira-dama Marcela Temer se jogou no lago Paranoá, no Palácio da Alvorada, para salvar o cachorro do filho Michelzinho, chamado Picolly. O caso ocorreu há duas semanas, mas só veio à tona neste domingo (7).

As informações foram divulgadas pela revista Crusoé. Segundo a publicação, o cachorro foi atacado por patos ao entrar no lago. Marcela Temer não quis esperar por ajuda e mergulhou, de roupa e tudo, para fazer o resgate.

Militares que testemunharam o episódio teriam sido repreendidos por não terem ajudado a primeira-dama. Para a coluna Radar, da revista Veja, a Presidência da República informou que uma servidora chegou a ser transferida para uma nova função por não ter protegido Marcela Temer.