Para Eduardo Bolsonaro: ‘Moro não era ministro, era espião

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) ironizou o tempo de depoimento do ex-ministro Sergio Moro na sede da Polícia Federal na capital paranaense. Em sua conta no Twitter, o filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) também disse, neste domingo (3), que o ex-juiz era espião e não ministro.

Ex-aliado do governo, Moro pediu demissão do Ministério da Justiça e Segurança Pública no último dia 24 de abril durante coletiva polêmica.

“Realmente é preciso muito tempo dando depoimentos a delegados amigos para ver se acham algo contra Bolsonaro. Moro não era ministro, era espião”, escreveu Eduardo Bolsonaro.

O tempo mencionado pelo parlamentar foram as oito horas em que Moro permaneceu no prédio da PF prestando esclarecimentos sobre uma possível interferência do presidente nas atividades da Polícia Federal e em investigações de familiares de Bolsonaro.