in

Pesquisa Exatus: Dr.Gustavo lidera pesquisa com 55%

Uma nova pesquisa de intenção de votos realizada no município de Assu mostra que, se a eleição fosse hoje, o atual prefeito da cidade, Dr. Gustavo (PL), seria reeleito para o cargo. Os eleitores vão às urnas em pouco menos de duas semanas, no dia 15 de novembro.

Levantamento do Instituto Exatus aponta que o prefeito e candidato à reeleição tem quase 20 pontos de vantagem sobre o 2º colocado, o ex-prefeito Ivan Júnior (Republicanos).

Na pesquisa estimulada, quando os nomes dos candidatos são apresentados ao eleitor, Dr. Gustavo aparece com 55% das intenções de voto. Ivan Júnior vem logo atrás, com 35,7%, na 2ª posição. O terceiro colocado é Luis Oliveira (PSC), que soma 2,9%. Apenas eles três disputam a Prefeitura de Assu neste ano.

Ainda segundo a pesquisa Exatus 6,3% dos eleitores ainda não sabem em quem vão votar ou não quiseram responder a esse item do levantamento. Já 0,1% do público entrevistado declarou que pretende votar em branco ou nulo, ou nenhum dos candidatos.

Considerando apenas os votos válidos – ou seja, retirando as intenções de voto em branco ou nulo e os indecisos –, Dr. Gustavo tem 58,8%, contra 38,2% de Ivan Júnior e 3% de Luis Oliveira.

Na pesquisa espontânea, quando o entrevistado pode citar qualquer nome, o atual prefeito de Assu também lidera a preferência do eleitorado.

Segundo a Exatus, Dr. Gustavo aparece com 52,7% das intenções de voto, enquanto Ivan Júnior tem 33%. Luis Oliveira soma 2,3%. Nesse cenário, 10,9% declararam não saber em quem votar ou não quiseram responder ao item da pesquisa, enquanto 1,1% afirmaram que não pretendem votar em nenhum, em branco ou nulo.

Confira os números: Estimulada

Caso as eleições fossem hoje, em quem o (a) senhor (a) votaria para prefeito de Assu?

Dr. Gustavo (PL): 55%
Ivan Júnior (Republicanos): 35,7%
Luis Oliveira (PSC): 2,9%
Não sabe/não respondeu: 6,3%
Nenhum/branco/nulo: 0,1%

A vantagem do atual prefeito nas pesquisas estimulada e espontânea se reflete na percepção do eleitorado sobre a eleição. Segundo a Exatus/Agora RN, a maioria dos assuenses acha que Dr. Gustavo vai vencer a eleição em 15 de novembro, independentemente do seu voto.

De acordo com o levantamento, 49% projetam uma vitória de Dr. Gustavo, enquanto 28,2% acreditam que o vencedor será Ivan Júnior e 0,8% apostam em Luis Oliveira. Outros 21,4% não souberam ou não quiseram responder a esse item da pesquisa e 0,6% responderam que pretendem votar em branco, nulo ou nenhum dos candidatos.

REJEIÇÃO

No quesito rejeição, a situação também é relativamente confortável para o atual de Assu. A sondagem do Instituto Exatus mostra que Ivan Júnior, o 2º colocado nas intenções de voto, é o dono da maior rejeição: 40,5% afirmaram que jamais votariam no ex-prefeito da cidade.

Já 25% disseram que rejeitam Dr. Gustavo, enquanto que apenas 11,1% disseram que não consideram votar em Luis Oliveira em hipótese alguma.

17,6% dos eleitores disseram que podem votar em qualquer um dos candidatos, pois não rejeitam ninguém. Outros 5,8% declararam que não sabem ou não quiseram responder a esse item da pesquisa.

AVALIAÇÃO DA GESTÃO

A pesquisa Exatus também perguntou aos eleitores de Assu como eles avaliam a atual gestão do prefeito Dr. Gustavo. O resultado aponta que 59,5% aprovam a administração atual, enquanto que 26,9% desaprovam.

Outros 12% não souberam ou não quiseram responder a esse item da pesquisa. Já 1,6% declararam que pretendem votar em branco, nulo ou nenhum dos candidatos que disputam em Assu.

Confira os números: Avaliação da gestão

O senhor aprova a atual gestão do prefeito de Assu?

Aprova: 59,5%
Desaprova: 26,9%
Não sabe/não respondeu: 12%
Nenhum/branco/nulo: 1,6%

DADOS DA PESQUISA

A pesquisa Exatus entrevistou 524 pessoas em Assu entre os dias 29 e 30 de outubro de 2020. A margem de erro do levantamento é de 4,3 pontos percentuais para mais ou menos, com índice de confiança de 95%. O levantamento está registrado na Justiça Eleitoral sob o protocolo RN-09762/2020.

Candidatura de Dr Tadeu e Toinho cresce a cada dia: o ex-prefeito Bibi Costa declara apoio

Pai de Léo Santana morre após infarto fulminante