O TRE manteve no cargo o prefeito de Guamaré, Adriano Diógenes. O placar foi de 5 x 2. O julgamento aconteceu hoje (28)a tarde.

Ele foi eleito prefeito em dezembro de 2018, no pleito suplementar realizado para substituir o prefeito cassado, Hélio de Mundinho e da vice Iracema Maria