in , ,

Prefeito confia em Plano Diretor este ano e garante que não pensa em 2020

Foto José Aldenir/ Agora RN


Desde que assumiu posições controversas como apoiar uma revisão do Plano Diretor e do Código de Obras que possibilite uma maior verticalização de Natal, a exemplo do que já acontece em outras capitais do Nordeste, o prefeito Álvaro Dias está pessoalmente empenhado em fazer com que a matéria seja apreciada ainda este ano na Câmara Municipal.

A partir do momento em que passou a externar seu inconformismo com a estagnação urbana de Natal em relação ao crescimento de capitais como Fortaleza, Recife, Maceió e mesmo João Pessoa, o prefeito tem desagradado muita gente.

Na entrevista concedida na terça-feira ao programa Manhã Agora, da 97,9 FM, o prefeito afirmou, entre outras coisas, que o processo de debate da revisão do Plano Diretor nunca foi tão transparente. Veja alguns pontos da entrevista.

Votação do Plano Diretor de Natal este ano

“Acredito que dê tempo. Está demorando por estarmos fazendo questão de cumprir todo o trâmite burocrático legal para discussão do Plano Diretor, que está atrasado. Está superando todos os prazos para revisão. Este plano está sendo o mais limpo, transparente democrático e participativo da história de Natal. O Plano Diretor não é de Álvaro Dias. É um plano da sociedade de Natal. O dobro das pessoas que participou da última revisão já contribuiu nesta”.

Verticalização da Orla

“Nas outras cidades litorâneas do Nordeste, eu vejo a importância da verticalização da orla. Não dentro do contexto que está sendo divulgado, de forma deturpada, e sim no contexto de cidades como Fortaleza, Recife e Maceió. Com a verticalização, você vai atrair novos investimentos, vai modernizar e melhorar o contexto da orla de Natal, que não é uma das mais convidativas quando comparada a das outras capitais. Não se existe um lugar mais agradável do que na beira do mar. Nós não estamos podendo aproveitar como devíamos as belezas naturais de Natal. Precisamos aproveitar mais a cidade. Povoar fomenta o comércio, gera renda e melhora o movimento do nosso artesanato. A praia está virando uma região despovoada. Estamos perdendo população para municípios vizinhos”.

Natal perde população

“Nova Parnamirim existe hoje devido ao último Plano Diretor. Tudo ficou caro por conta das restrições impostas por ele. O que as pessoas não encontravam em Natal foram para lá e para São Gonçalo. As pessoas estão sendo expulsas pelo Plano Diretor de Natal. Precisamos diminuir os custos da construção civil, parar de expulsar as pessoas daqui para as cidades vizinhas. Natal tem apenas 50 habitantes por hectare. Está ficando uma cidade despovoada. O plano está defasado, já deveria ter sido modernizado”.

Hotel da BRA, na Via Costeira

“Seu eu pudesse, explodiria o Hotel da BRA (embargado na gestão do ex-prefeito Carlos Eduardo por exceder o gabarito aprovado pelo município em um andar). Ele está causando muitas dificuldades de dengue e doenças infecciosas. Ele está abandonado, desabou uma parte já e pode desabar a todo momento. Isto coloca em risco as pessoas que passam por ali. Eu colocaria abaixo já há muito tempo”.

Possível candidatura e relação com a governadora

“Ainda não estou analisando a questão política. Tenho me focado na gestão, administração e em projetos. Tenho um bom relacionamento com a governadora (Fátima Bezerra). Se houver a possibilidade de construir com ela um projeto para melhoria de Natal, conversarei em um momento oportuno. Agora é a gestão o foco. Ainda não sei se serei candidato. É uma pressão muito grande, um estresse maior. Existe uma possibilidade grande que eu possa ser, mas no momento estou mesmo é focado na gestão
]

Parnamirim: Aluno do RenovaBR promove revitalização de biblioteca em escola pública

Projeto ampliará transparência com gastos de publicidade no município de Natal