O Brasil já registrou 667 mortes em consequência da pandemia do novo coronavírus, segundo o Ministério da Saúde. No comparativo com a segunda-feira (6), há 114 óbitos a mais. A taxa de letalidade atingiu 4,9%.O Brasil soma 13.717 infecções confirmadas, 1.661 a mais do que o número divulgado na véspera.

Entre as vítimas fatais, São Paulo tem o maior número de ocorrências (371), seguido do Rio de Janeiro (89) e dois estados nordestinos – Pernambuco, com 34, e Ceará, com 31 mortes.

Coletiva

Participam nesta terça-feira da coletiva em que os dados nacionais são apresentados os ministros da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e da Casa Civil, Braga Netto, além do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto.

Mandetta informou que a pasta já distribuiu 53 milhões de equipamentos relativos à rede de saúde contra o novo coronavírus e pretende distribuir 40 milhões de itens semanais nas próximas cinco semanas. Nesta quarta-feira, o ministério vai distribuir um milhão de testes rápidos para os estados, totalizando até aqui 10 milhões de unidades.