Processo de cassação de Jairinho é aceito pelo presidente da Câmara do Rio



O presidente da Câmara Municipal do Rio, Carlo Caiado (DEM), aceitou nesta terça-feira (27), o pedido de abertura do processo de cassação do vereador Dr. Jairinho. O parlamentar é acusado de matar e torturar o menino Henry, de 4 anos, que era seu enteado.

Com isso, o caso foi para a Comissão de Justiça e Redação, que tem até cinco dias para analisar os aspectos jurídicos, legais e regimentais. Caso o processo seja aprovado nas comissões de Justiça e Ética, a cassação do vereador vai a plenário. Para ter o mandato cassado, é necessário que dois terços da Casa votem a favor.