Projeto de Herberth Sena declara Festa de Nossa Senhora da Apresentação como Patrimônio Cultural Imaterial de Natal


Foi aprovado nesta quarta-feira (10), pelo plenário da Câmara Municipal de Natal e em regime de urgência, o projeto de lei do vereador Herberth Sena (PL) que declara a Festividade de Nossa Senhora da Apresentação como Patrimônio Cultural Imaterial do Município de Natal. Pelo projeto, entende-se como Patrimônio Cultural Imaterial: a missa realizada na Pedra do Rosário às 5h, as procissões, novenas, e demais celebrações referentes à festividade realizada na capital durante o mês de novembro. A expectativa é que o projeto de lei seja sancionado pelo prefeito Álvaro Dias.

“A cidade de Natal possui um rico patrimônio histórico, mas precisamos avançar no que se refere a políticas públicas que defendam os elementos históricos e culturais da nossa capital. Nosso compromisso é garantir o fortalecimento da nossa identidade cultural por meio da preservação e valorização das manifestações locais. A aprovação de mais este projeto significa o reconhecimento da magnitude da Festa de Nossa da Apresentação realizada, anualmente, a mais de 250 anos, de acordo com os registros da Diocese de Natal”, explica Herberth Sena.

Para o vereador, os registros históricos sobre os movimentos culturais do município de Natal demonstram intensa relação dos festejos religiosos com o desenvolvimento sociocultural da cidade E nesse contexto, a história da Festa está diretamente relacionada à devoção à padroeira de Natal, Nossa Senhora da Apresentação. As celebrações religiosas da Festa acontecem no período de 11 a 21 de novembro na Matriz de Nossa Senhora da Apresentação (antiga Catedral), na Catedral Metropolitana e pelas ruas da cidade. Vale destacar a “Missa da Pedra do Rosário”, celebrada à beira do Rio do Potengi, local onde a imagem foi encontrada em 1753 e que, anualmente, reúne milhares de féis. A procissão pelas ruas do Centro da Cidade, também é um marco da festa, havendo registros fotográficos de meados do século XX.