Recomendação é não planejar Carnaval nem Réveillon, diz secretário-executivo do Ministério da Saúde



O secretário-executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz, informou nesta terça-feira (14) que a recomendação é que governadores e prefeitos não planejem o Réveillon nem o Carnaval.

“O posicionamento do ministério é conservador; como a gente ainda não sabe os efeitos da variante, a recomendação é que não se planeje festa de fim de ano e não se planeje ainda Carnaval. É tudo muito cedo”, afirmou.

Pelo menos 14 capitais brasileiras decidiram não fazer a festa de Réveillon na virada de 2021 para 2022. A maior parte delas comunicou a decisão nos últimos dias, em razão do avanço da variante do vírus da Covid-19 detectada na África do Sul, a Ômicron.

Nesta segunda-feira (13), o ministro do Turismo, Gilson Machado, disse acreditar no bom senso dos gestores estaduais e municipais ao decidirem sobre as festas de fim de ano. “Eu quero assistir de camarote a isso daí, porque o mesmo governo que fechou igrejas e escolas está com a bola na mão para decidir se vai abrir ou não”, afirmou quando questionado se havia alguma recomendação para o Réveillon.

MAIS >