O Sindicato dos Trabalhadores e Transportadores Rodoviários do Rio Grande do Norte (Sintro) iniciou na manhã desta segunda-feira (22) uma paralisação das atividades por tempo indeterminado.

Apesar da determinação da Secretaria de Mobilidade Urbana de Natal (STTU), em que deveriam circular pelo menos 43% dos transportes, apenas 30% da frota segue em funcionamento.

O Sintro tem exigido o cumprimento de garantias da data-base para a categoria e o fim das demissões de trabalhadores no setor. Os protestos da categoria começaram em maio. As solicitações são os cumprimentos das garantias da data-base, além da restauração dos planos de saúde e vale-alimentação. Última greve geral da categoria aconteceu em 2016.