Secretário afirma que Fábio Faria deveria contribuir com o RN em vez de fazer politicagem rasteira

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, participa do programa Voz do Brasil.



Em conversa com a jornalista Daniela Freire, do Novo Notícias, o secretário estadual de saúde Cipriano Maia detonou o ministro das comunicações Fábio Faria (PSD) que andou defendendo nas redes sociais uma intervenção federal nesta área.

Para Cipriano, Fábio poderia usar o próprio prestígio em benefício da população. “Agentes políticos que deveriam estar contribuindo para solucionar a crise se aproveitem dela para tirar proveito e fazer a politicagem mais rasteira, ao invés de usar o debate para entender a raiz do problema”, frisou. “Na verdade, a intervenção federal que nós precisamos é para o SUS do Estado, não é para o Governo, é de mais recursos, mais apoio técnico, e não de denúncias caluniosas, de acusações, de oportunismo diante da tragédia alheia”, complementou.

Para Cipriano, Fábio poderia contribuir apontando os problemas acompanhado de soluções, além de ajudar a aumentar o envio de recursos federais para a saúde.

“Do gasto do SUS no Estado, a União só entra com 26%, e o Estado entra com 74%. Então, um ministro de Estado deveria estar contribuindo para aumentar o aporte de recursos”, disse o secretário que reforçou ainda que o ministro tem uma postura que não está a altura do cargo.