in

Secretário estadual de Saúde discute SUS em Assú

Cipriano destacou que antes de tudo é preciso pensar na cadeia de atenção à saúde, desde o incentivo a adoção de práticas mais saudáveis de vida — Foto: José Aldenir/Agora Imagens

O secretário de saúde, Cipriano Maia, participou de audiência pública na Câmara Municipal de Assú na tarde desta sexta-feira (22), para debater a organização do Sistema Único de Saúde e a proposição da instalação de UTI na região.

Cipriano destacou que antes de tudo é preciso pensar na cadeia de atenção à saúde, desde o incentivo a adoção de práticas mais saudáveis de vida, perpassando a qualificação das ações de vigilância, organização das redes de atenção à saúde, reestruturação da assistência hospitalar, ampliação e qualificação da assistência farmacêutica.

“Seria muito fácil dizer que iremos instalar as UTI’s aqui em Assú, mas também seria uma irresponsabilidade considerando a situação orçamentária encontrada no Rio Grande do Norte. O que pretendo aqui é convidar todos a darmos as mãos para organizar o Sistema de Saúde, fazendo funcionar antes de tudo a atenção básica, o hospital regional e a policlínica que pretendemos instalar”, ressaltou.

O secretário reforçou ainda que com a reestruturação desses equipamentos haverá uma melhoria na assistência. “Temos que tomar as decisões de forma racional. Estamos abertos ao diálogo, para construirmos juntos”.

O deputado estadual, George Soares, que participou da audiência, destacou que é preciso esclarecer as dúvidas para que a população entenda como o atual Governo assumiu a saúde do Estado. “A gestão tem responsabilidade, mas as dificuldades são grandes. É importante se pensar que não basta apenas investir na construção desses leitos, precisamos pensar em como se dá sua manutenção”, disse.

O presidente da câmara de vereadores de Assú, Francisco de Assis Solto, se mostrou satisfeito com as explanações trazidas e com o debate realizado. “Entendemos que nesse primeiro momento precisamos voltar nossos olhares para o ordenamento da saúde, então para esse momento vamos atuar em parceria para ampliar os serviços do hospital regional, reivindicando aparelhos de diagnóstico e a ampliação das cirurgias eletivas e ainda cobrando ao Governo e procurando as bancadas para que possam ajudar por meio de suas emendas”.

Também participaram da audiência os Deputados Federais Benes Leocádio e Beto Rosado, além de vereadores da cidade, prefeitos e secretários de saúde do Vale do Assú, gestores do Hospital Regional Nelson Inácio dos Santos e a população da cidade.

Pioneirismo do Consórcio Nordeste atrai atenção de empresas europeias

Gleisi Hoffman é reeleita presidente nacional do PT