in

Sem shows, Ovelha pede dinheiro emprestado a Ratinho para abrir negócio

Sem shows devido a pandemia do coronavírus, o cantor Ovelha precisou recorrer a outros tipos de negócios para não ser mais um na estatística da crise financeira no Brasil.

Em entrevista para a Quem, o artista de 65 anos contou que decidiu investir em uma frangaria para complementar a renda. “Abri a frangaria em São Paulo e estou vendendo por semana de cem a duzentos frangos. Quem não quer frango tem costela também”.

Para colocar o negócio para andar, Ovelha recorreu a ajuda do amigo, o apresentador Ratinho do SBT, que emprestou o valor necessário para o início do empreendimento.

“Eu estava conversando com o meu amigo Ratinho que as coisas estavam difíceis com a pandemia e que eu estava pensando em abrir uma frangaria. Ele me perguntou quanto eu precisava e me deu dez mil ‘pila’. Ele ainda falou: ‘Te dou esse dinheiro, mas você fica me devendo um show”, disse.

Ovelha teve 28 shows cancelados no início da pandemia em 2020. A última apresentação do cantor aconteceu no dia 15 de fevereiro, em um trio elétrico no Carnaval.

O cantor, que não vende mais discos, afirma que é necessário se reinventar no mercado musical. Além da frangaria, Ovelha realiza lives pagas na web.

“Tem que procurar outros caminhos como a internet. Tive que me reciclar. Comecei a lançar músicas pela internet e fazer lives pagas. A gente tem uma reserva no banco, mas vai acabando se não entrar. Sem contar que tenho uma equipe também. Então com essas lives, consegui trazer o dinheiro para casa”.

Ubaldo defende plano diretor flexível e revitalização da Ribeira*

Deputado Benes discute investimento de parque eólico offshore em Pedra Grande