Semana da Cultura Nordestina marca 32 anos da morte de Luiz Gonzaga



O início da semana da cultura nordestina é celebrado todo dia 02 de agosto, a data foi escolhida porque marca a morte do músico Luiz Gonzaga, “o Rei do Baião”. Uma das figuras mais importantes para arte nordestina, Gonzaga levou representatividade para todo Brasil com seu jeito irreverente e forma única de contar o cotidiano nordestino através de musicas.

Para celebrar a data, o bahia.ba separou músicas do artista que contam histórias e até hoje são celebradas por cantores brasileiros.

Xote das Meninas

Lançado em 1953, nenhuma festa junina termina sem a música no repertório. Um clássico que percorre a fase de transição da infância para vida adulta das mulheres.

Respeita Januário

A história da música é contada pelo próprio Gonzaga. Ele é repreendido pelo vizinho ao tocar sanfona com Januário, seu pai, tocador de oito baixos.

Dezessete e seiscentos

O Rei do Baião era de humanas? Essa música narra a saga de um rapaz que acredita ter recebido um troco errado, quem nunca né?

Karolina com K

Sim, isso mesmo, Karolina com K! Nessa música Gonzaga conta como conseguiu conquistar a mulher de “cabelão comprido e cinturinha de pilão”.

A Vida do Viajante

A música dos caminhoneiros e viajantes é interpretada até hoje por diversos artistas. Nela, Gonzaga conta como vive quem precisa “andar pelo país”.