Seridó realiza fórum inédito sobre Turismo Religioso reunindo pesquisadores e autoridades na abertura



A solenidade de abertura contou com a presença das seguintes autoridades, com a presença do bispo de Caicó, Dom Antônio Carlos, da governadora Fátima Bezerra, do deputado estadual Kelps Lima, do presidente da AMSO, prefeito Fernandinho e do professor Alexandro Gomes, diretor da Faculdade de Engenharia Letras e Ciências Sociais do Seridó (FELCS/UFRN), Leandro Prudêncio, secretário adjunto de Turismo do RN, e Molga Freire, da EMPROTUR.

A palestra de abertura foi proferida por Diego Vale, representante da Diocese de Caicó no Conselho de Turismo do Polo Seridó, que apresentou o projeto “Seridó, Fé e Tradições”. ADESE, Diocese de Caicó e curso de Turismo de Currais Novos desenvolverão ações estruturantes para o turismo religioso no Seridó, incluindo inventários cultural e turístico, roteirização e elaboração de calendário de eventos, promoção de capacitações com as comunidades e lançamento de campanha publicitária.

O Fórum marca o início do plano de trabalho. As ações serão viabilizadas com emenda de R$ 100 mil destinada a ADESE pelo deputado Kelps Lima, que destacou a importância do planejamento e inteligência de mercado para viabilizar a interiorização do Turismo.

A governadora Fátima Bezerra ressaltou o turismo como uma das atividades econômicas mais promissoras do RN, e destacou o investimento do Estado em ações de divulgação e promoção dos destinos e melhoria das estradas que é fundamental para os acessos dos destinos.

“Nós precisamos olhar para o olhar do povo seridoense, que é de religiosidade e de esperança, mesmo quando há sofrimento. Quando olho para os santuários de Carnaúba dos Dantas Florania percebemos que o mais importante já tem: o povo vem! Porém, as estruturas ainda são muito frágeis. Acolher bem não é só uma forma de vender nossos produtos, mas também é evangelizar. O turista precisa se sentir em casa, e se ele vem para uma experiência de fé, ele precisa sentir que a casa de Deus também é sua casa!”, justificou Dom Antônio, sobre a iniciativa da Diocese de debater turismo religioso.

Realizado em formato remoto, o evento segue até a próxima quinta-feira (29) e está sendo transmitido pelo canal próprio no YouTube e pela página catedraldesantana.com.

O Fórum visa despertar no Seridó a importância do turismo religioso e cultural como alternativa para o desenvolvimento territorial integrado e sustentável, com reflexos na valorização do patrimônio cultural, nos trabalhos pastorais e no fomento de negócios criativos e inovadores nas diferentes realidades sociais da região.