A Rocinha é a comunidades mais populosa do Rio de janeiro e agora está sendo motivo de preocupação com os registros de cinco falecimentos provocados pelo covid-19.

Dos óbitos, uma é mulher e quatro são homens, o novo coronavírus já levou outras três moradores de Manguinhos, uma das maiores favelas da Zona Norte, a perderam suas vidas.

De acordo com a secretaria de saúde do estado do Rio de Janeiro, no estado já foram registrados 89 óbitos e 1.688 casos confirmados, além disso, outras 78 mortes aguardam resultado de investigação.

A realidade das favelas é dura, e conforme pesquisa com base em dados do IBGE, em 11% dos domicílios na Rocinha mais de três pessoas dividem o mesmo quarto.

O painel da prefeitura do Rio de Janeiro aponta 6 infectados na Rocinha, 6 também em Manguinhos, 2 na Cidade de Deus, 1 no Complexo do Alemão e 1 no Vidigal,

A preocupação das autoridades é devido a grande chance de proliferação do vírus nesses locais, causada pela precariedade nas moradias, a falta de saneamento básico e aglomeração de pessoas.

Fonte: Estadão

Siga as recomendações da OMS, mantenha o isolamento social, não saia de casa, e caso precise sair, use a máscara de proteção! Se proteja e proteja as pessoas que você ama!