in

Torcedores de Palmeiras e Santos seguem para o Rio em busca do Grito de é campeão das Américas.



O caminho e longo mas nem isso é o suficiente para separar o torcedor do seu amor pelo clube. Neste sábado (30/1), os paulistas Palmeiras e Santos se enfrentam, a partir das 17h, em busca do título da Copa Libertadores. Fãs de ambos os times planejam se aglomerar nas imediações do Estádio Maracanã ou em qualquer local próximo que seja possível festejar a conquista tão sonhada no Rio de Janeiro.

Na véspera da decisão, a movimentação em torno da arena carioca foi tímida, mas não deixou de existir. Palmeirenses e santistas foram até o local ver de perto o palco de uma final histórica.

“Infelizmente, essa pandemia nos impediu de ver nosso time lá dentro, mas com certeza amanhã (sábado) a massa santista vai aparecer por aqui. É um sentimento que não tem explicação e vamos ser campões. Sou paraibano, moro no Rio, e é um orgulho que não todos podem ter”, afirmou o motorista Leandro Silva, de 32 anos.

Ao menos um dia antes, porém, o Rio de Janeiro já recebia visitantes interessados em curtir a final da Libertadores. O Metrópoles teve acesso a um cronograma de confraternização palmeirense, com direito a comemoração antes, durante e depois da partida. “É um momento complicado, mas estaremos lá”, afirmou Marcelo Faustino.

DIVULGAÇÃO
Programação para torcida palmeirense no Rio de Janeiro
Torcedores do Santos também organizaram eventos pela Cidade Maravilhosa. Um deles previa o encontro em um bar em Jacarepaguá, mas após a repercussão sobre a aglomeração, os posts foram apagados.

Ação contra aglomeração
A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro farão uma força-tarefa para evitar aglomerações às margens da arena. São esperados 500 agentes de segurança no local.

O público está vetado para a decisão devido à pandemia do novo coronavírus. Um decreto publicado pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro determinou que apenas pessoas credenciadas pela Conmebol poderão acompanhar o jogo in loco. Além disso, o texto determina o limite de até 10% da capacidade do estádio – cerca de 7 mil pessoas.

Movimento por greve de caminhoneiros perde força

Oportunidade:Correios realiza leilão de motos e carros em Natal