TORCIDA DO RIVER ATACA ÔNIBUS DO BOCA E FINAL DA LIBERTADORES E ADIADA CONFIRA!

Atletas da equipe visitante são vítimas de pedradas e gás de pimenta vindo da torcida do River Plate

A final da Libertadores marcada para este sábado (24) será atrasada em uma hora devido a um ataque sofrido por torcedores.

O ônibus do Boca Juniors foi recebido a pedradas no momento em que chegava ao estádio Monumental de Nuñez, palco da finalíssima da Libertadores contra o anfitrião River Plate. Jogadores foram atingidos por estilhaços de vidro.

O duelo estava marcado para começar às 18h (de Brasília), mas por causa da confusão a Conmebol informou por meio do Twitter que começará às 19h. O primeiro jogo da final terminou empatado por 2 a 2.

De acordo com informação do jornal TNT Sports, o capitão do Boca Juniors Pablo Pérez, com cortes no braço, foi encaminhado ao hospital.

Os dirigentes de Boca Juniors e River Plate estão reunidos com representantes da Conmebol. A intenção do Boca Juniors é adiar a partida.

De acordo com informações do Estadão, além do ferimento do capitão, outros atletas também foram vítimas de spray de pimenta vindo da torcida do River, como Carlos Tevez, Fernando Gago, Julio Buffarini, que foram vistos passando mal nas dependências do vestiário.

O último encontro entre Boca e River pela Libertadores, em 2015, nem chegou a acabar. Pelas oitavas de final, em La Bombonera, quatro jogadores do River foram atacados com uma mistura caseira de vários tipos de pimenta e ácido quando regressavam pelo túnel inflável para o segundo tempo do maior clássico argentino.

O duelo estava 0 a 0. A partida foi cancelada e a Conmebol eliminou o Boca Juniors da competição em que o River acabou como campeão.

FacebookTwitterWhatsapp