in

URGENTE – POLÍCIA FEDERAL NA CASA DO GOVERNADOR DA PARAÍBA PARA CUMPRIR MANDADO JUDICIAL


O MPF (Ministério Público Federal) e a Polícia Federal cumprem, na manhã desta terça-feira (27), mandados de busca e apreensão na Paraíba, em Brasília e em Sergipe, em operação que mira o atual governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania), e três conselheiros do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba, por desvios de recursos públicos nas áreas da saúde e da educação no estado.

A ação, relacionada à Operação Calvário, busca apurar a instalação e o funcionamento de organização criminosa liderada pelo ex-governador Ricardo Coutinho.

Os mandados foram expedidos pelo ministro Francisco Falcão, do STJ (Superior Tribunal de Justiça). O motivo por trás da decisão é a necessidade de investigar o possível envolvimento de João Azevedo, governador da Paraíba, além de três conselheiros que trabalham no Tribunal de Contas do´Estado da Paraíba.
Advertisement

De acordo com as investigações, o esquema teria começado em 2011 e envolveria a contratação de organizações sociais para gestão dos recursos públicos.

As investigações reúnem troca de mensagens de celular, gravações e informações obtidas por meio de acordo de delação premiada firmada entre um empresário, que era gestor, de fato, de suas entidades envolvidas nos crimes, e a PGR (Procuradoria-Geral da República).

Designada pelo procurador-geral Augusto Aras para atuar nos processos criminais no STJ, a suprocuradora-geral da República, Lindôra Araújo, impôs medidas cautelares a um dos advogados investigados pelo esquema, além de solicitar o bloqueio de bens dos investigados, que totalizam cerca de R$ 23,4 milhões.

Dr. Tadeu entrega Plano de Metas a ADESE

Inclusão de intérpretes de Libras em telejornais é aprovada na CCJ da Assembleia