Vendedor de ostra fala sobre mal entendido e que seu vídeo está sendo usado para influência política em Canguaretama-RN



O vendedor de ostras de Canguaretama-RN, João Batista Vasconcelos, revelou nesta sexta-feira (19), que está sendo vítima de perseguição política por grupos de oposição por ele ter gravado um vídeo com Wellinson Ribeiro, durante o último final de semana, quando o questionou acerca do uso de “tornozeleira eletrônica”, situação que vem abalando a ele e sua família.

No vídeo o comerciante de ostras na Barra do Cunhaú, que é amigo pessoal de Wellinson, desabafou acerca da gravação particular que, segundo ele, está sendo usada com estratégia meramente política, haja vista que o mesmo teria processos a serem julgados naquela semana.

“Estão usando um vídeo meu de forma errada. Sou vendedor de ostra em Barra do Cunhaú, e encontrei com Wellisson, que é meu amigo pessoal, e vim gravar esse vídeo, porque as pessoas falavam que ele estava usando tornozeleira, que estava preso. Então eu convidei para fazer aquela filmagem, não foi para denegrir a justiça, e nem desfazer da justiça, porque Wellinson é um homem do povo, é homem que tanto faz ele ser prefeito como não ser, ele é a mesma pessoa. Onde tem o rico, o pobre, ele abraça a todos, eu vejo, onde eu ando, que é um prefeito diferente, porque ele é um prefeito diferente, porque ele está abraçando o povo. Deixe ele governar, governar com confiança, que é o que ele quer trabalhar, para crescer a cidade de Canguaretama”, revela João.

O desabafo e o inconformismo demonstrados pelo comerciante mostram a tristeza dele diante da forma que o primeiro vídeo foi usado e da grande proporção gerada, pois de acordo com o mesmo, teria sido uma forma de demonstrar o carinho por amigo de longa data.