in

Vivaldo Costa lembra data da abolição da escravatura e condena preconceito no Brasil*



O deputado Vivaldo Costa (PSD) lembrou, nesta quinta-feira, 13 de maio, o Dia da Abolição da Escravatura no Brasil, ocorrida há 133 anos, com a instituição da Lei Áurea. Vivaldo ressaltou que desde esse tempo até os dias de hoje, se luta para que pessoas pretas e mestiças sejam incluídas na sociedade sem nenhum tipo de preconceito. Ele lembrou fatos registrados em sua cidade, Caicó, quando, nos anos 50, ele saiu da zona Rural para estudar na cidade e morava em frente a um clube.

“O clube não permitia a presença de homens de cor, eles eram vetados”, lembrou Vivaldo, falando do preconceito. Segundo o deputado, a região Seridó do Rio Grande do Norte é formada de uma população ‘mestiça’. “Não tem ninguém branco de origem. Somos um país mestiço, um estado mestiço, uma região mestiça”, concluiu Vivaldo.

*Atenção ao Agricultor*

Vivaldo voltou pedir maior atenção do Governo do Estado nos cuidados com o homem do campo e com os municípios do interior. O parlamentar requereu a perfuração de poços, carros pipas e um programa que possa salvar o pequeno produtor de leite.

“Já que a Emparn confirma que estamos dentro de uma seca, peço que o governo identifique as localidades que estão precisando de água para perfurar poços, dar continuidade aos carros pipas e um programa para socorrer a bacia leiteira”, defendeu.

Vacinas: RN recebe lote para diminuir déficit de segunda dose

Cerro Corá: Ladrões que fizeram casal refém usavam pistola e revólver; Empresário foi agredido